Gabriela U. Eckert Oftalmopediatria e Estrabismo

Glaucoma Congênito

Especialistas em Diagnóstico Preciso e Tratamento Personalizado

ENTENDA MAIS SOBRE:

Glaucoma Congênito

O que é o Glaucoma Congênito?

O Glaucoma Congênito é uma doença rara e hereditária que é caracterizada pelo aumento da pressão intraocular em crianças. Pode afetar um ou ambos os olhos e, se não for diagnosticado a tempo, pode levar à cegueira irreversível.

Os principais sinais clínicos incluem lacrimejamento constante, fotofobia (sensibilidade à luz), buftalmia (olhos grandes e desproporcionais), e, em alguns casos, coloração azulada da córnea devido ao edema causado pela pressão intraocular elevada.

Um método simples para auxiliar no diagnóstico é analisar as primeiras fotografias do bebê. Em fotos com flash, a pupila dos olhos costuma ficar vermelha, o que é normal. No entanto, quando ambos os olhos apresentam um reflexo amarelado ou esbranquiçado em fotos, pode ser um sinal da doença.

O Glaucoma Congênito não tratado é uma das principais causas de cegueira infantil (afetando cerca de 20% das crianças). No entanto, a doença pode ser tratada com sucesso. Portanto, é fundamental que os pais e cuidadores investiguem o histórico familiar (50% dos casos têm histórico familiar) e levem seus filhos ao oftalmopediatra logo no primeiro mês de vida se identificarem alguns dos sinais ou sintomas mencionados.

O tratamento do Glaucoma Congênito envolve cirurgia para drenagem do humor aquoso e redução da pressão intraocular. Além disso, colírios tópicos podem ser utilizados para ajudar no controle diário da pressão intraocular.

Atendemos Unimed e consultas particulares.

Atendemos Unimed, Caf(Grupo RBS)

Tratamentos cirúrgicos